Doação de medula óssea

Doação de medula óssea

O número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos. Naquele ano, dos transplantes de medula realizados, apenas 10% dos doadores eram brasileiros localizados no Redome. Agora há mais de 4.8 milhões de doadores inscritos. A chance de se identificar um doador compatível, no Brasil, na fase preliminar da busca é de até 88%, e ao final do processo, 64% dos pacientes têm um doador compatível confirmado.O Brasil tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos registros dos Estados Unidos (7,9 milhões de doadores) e da Alemanha (6,2 milhões de doadores).

A evolução no número de doadores deveu-se aos investimentos e campanhas de sensibilização da população, promovidas pelo Ministério da Saúde e órgãos vinculados, como o INCA. Essas campanhas mobilizaram hemocentros, laboratórios, ONGs, instituições públicas e privadas e a sociedade em geral. O Laboratório de Histocompatibilidade e Criopreservação do DHE/IBRAG/UERJ (HLA- UERJ) se orgulha de ter contribuído para esse recorde, participando junto ao Hemorio, o INCAe a ONG DAVIDA Samaritanos.

Desde 2005 o HLA-UERJ participa de campanhas de captação de doadores, algumas em empresas privadas que se interessam por colaborar com o transplante de células-tronco hematopoiéticas, e outras campanhas amplas (em outros municípios), com acesso a toda a população interessada.

A partir de 2018 o HLA-UERJ em parceria com o Banco de Sangue Herbert de Souza “Betinho” HUPE-UERJ, vem realizando campanhas e conscientizações.

Se você ainda não é um doador de medula óssea, fique atento às próximas campanhas ou se cadastre no INCA ou no Banco de sangue Herbert de Souza do HUPE-UERJ. As campanhas podem ser realizadas em outras cidades do Estado Rio de Janeiro, ou, no município do Rio, em instituições que se interessem em apoiar a causa do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME).
Outras informações pelo tel.: INCA (21) 2505-5656/ 2505-5639 / 2505-5638 OU Banco de Sangue Herbert de Souza (21) 2868-8134.

Para informações mais precisas dos locais de doação das campanhas, e também para sugerir a realização de uma campanha em sua cidade ou em sua empresa, envie um e-mail para medulaosseauerj@gmail.com, e faça parte do nosso cadastro de multiplicadores das campanhas de doação.

Para ser um doador é necessário:

  • Ter mais de 18 e menos de 54 anos de idade.
  • Estar em bom estado geral de saúde.
  • Não ter doença infecciosa ou incapacitante.
  • Não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.
  • Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.
  • Nunca ter se cadastrado como doador de medula óssea em uma campanha anterior ou em Hemocentro. Você só precisa se cadastrar uma única vez.
  • Comparecer ao local da campanha ou no Hemocentro, em um dos dias e horários estabelecidos, munido de documento original com foto, emitido por órgão oficial.
  • Haverá, no local, um profissional capacitado para responder todas as suas perguntas e esclarecer suas dúvidas.
  • Você preencherá um formulário com seus dados, e assinará um Termo de consentimento livre e esclarecido.
  • Você receberá uma cópia do termo de consentimento.
  • Será retirada uma pequena quantidade do seu sangue, será analisado por exame de histocompatibilidade (HLA), um teste de laboratório para identificar suas características genéticas. Essa tipificação HLA é necessária para avaliar a compatibilidade entre você e o paciente que irá receber a sua medula óssea.
  • Os seus dados e o tipo de HLA será incluído no Registro Nacional de doadores de Medula Óssea (REDOME).
  • Quando aparecer um paciente necessitando de transplante de medula óssea, os dados de compatibilidade serão verificados.
  • Quando houver um paciente com possível compatibilidade, você será consultado para decidir quanto à doação. Por este motivo, é necessário manter os dados sempre atualizados.
  • Para seguir com o processo de doação serão necessários outros exames para confirmar a compatibilidade e uma avaliação clínica de saúde.
  • Somente após todas estas etapas concluídas o doador poderá ser considerado apto e realizar a doação.
  • O processo de doação é realizado no INCA ou no Hospital da UFRJ, com equipe especializada.

Importante:

A Medula óssea, responsável pela produção das células do sangue, tem a capacidade de se regenerar completamente em poucos dias. Por isso, a doação de medula óssea não apresenta nenhum risco para a sua saúde.

O doador deve lembrar que irá permanecer no registro até completar 60 anos de idade. Por isso, o doador deve informar, ao REDOME, sempre que houver alteração em qualquer dado do cadastro (endereço, telefone, e-mail), preenchendo o formulário através do site ou entre em contato pelos telefones (21) 2505-5656/ 2505-5639 / 2505-5638.

DOE AMOR / DOE SAÚDE / DOE VIDA CAMPANHA PERMANENTE DE CADASTRAMENTO DE DOADORES VOLUNTÁRIOS DE MEDULA ÓSSEA

  • INCA – Banco de sangue:

Praça Cruz Vermelha, 23 2º Andar – Centro – Rio De Janeiro, RJ – Cep:20230-130

(21) 3207-1580

  • BANCO DE SANGUE HERBERT DE SOUZA “Betinho” – HUPE:

Boulevard 28 de setembro, 109 – Vila Isabel – Rio de Janeiro, RJ – CEP 20551-030,

(21) 2868-8134

Retrospectiva UERJ solidária:

As campanhas “UERJ SOLIDÁRIA” já se tornaram uma tradição em nossa comunidade universitária. Até o momento, foram realizadas seis campanhas:

  • I UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, em 16 e 17 de junho de 2005:
    Cadastrados 984 doadores voluntários entre alunos, funcionários e pessoas da comunidade externa.
  • II UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, em 17 e 18 de agosto de 2005:
    1471 doadores.
  • III UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, em 29 e 30 de março de 2006:
    1537 doadores.
  • IV UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, em 30 e 31 de agosto de 2006:
    1182 doadores.
  • V UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, em 09 e 10 de maio de 2007:
    1404 doadores.
  • VI UERJ SOLIDÁRIA, Campus São Gonçalo, em 13 e 14 de maio de 2007:
    1362 doadores.
  • VII UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, 2008:
    1535 doadores.
  • VIII UERJ SOLIDÁRIA, Campus São Gonçalo, 2008:
    778 doadores.
  • IX UERJ SOLIDÁRIA, Campus Maracanã, 2009:
    1172 doadores.

As campanhas “UERJ SOLIDÁRIA” são apoiadas por diversos segmentos da universidade e da sociedade como um todo. Os voluntários participam usando as camisetas de divulgação da campanha, percorrendo os vários setores da UERJ, bem como outras universidades e empresas, buscando divulgar a necessidade de incrementar o crescimento do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea e conscientizar quanto a importância de ser um doador, para que pacientes portadores de Leucemias e outras patologias graves tratáveis com o transplante de medula óssea, e que não encontram um doador compatível na família, possam ter uma esperança de vida!

Deixe uma resposta

ABH / ABTO / BHEx / HEMORIO / INCA / INMETRO / MINISTÉRIO DA SAÚDE             CAPES / CNPQ / FAPERJ / UERJ / IBRAG